Segui por Email

sábado, 14 de março de 2009

Resumo: Antropologia Bíblica

ANTROPOLOGIA BÍBLICA

Ainda uma observação sobre o verbo hebraico bara', que significa criar. Na Bíblia ele se refere sempre a Deus, e não à matéria da qual se cria.

O homem é "imagem e semelhança" de Deus. Os termos hebraicos são tselem e demut. Não aludem à imagem física, pois Deus não tem corpo físico.

O homem se assemelha a Deus no fato de possuir uma natureza racional. A inteligência e a razão do homem são expressões da inteligência e razão de Deus.

O homem se assemelha a Deus no fato de possuir uma natureza moral. Sabe o que é certo e errado. Ele é o único, de toda a criação, que se pergunta: "devo?". A lei moral, os ideais e a ética estão baseados na natureza moral de Deus.

O homem se assemelha a Deus no fato de possuir uma natureza emocional. É capaz de sentimentos, inclusive de sentimentos santos. Isso deriva da mesma qualidade encontrada em Deus.

As três teorias mais conhecidas e clássicas sobre a origem da alma:

A pré-existência: Pode ser resumida assim: a alma faz parte da criação angelical, sendo, basicamente, a mesma substância dos anjos

O criacionismo: Deus cria uma alma nova, quando da concepção do corpo físico. No momento da concepção ou em algum momento da gestação, ou ainda no nascimento, Deus coloca a alma no feto ou criança.

A transmissão: Idéia vinda dos filósofos estóicos e defendida por Agostinho, que a popularizou, a teoria da transmissão ensina que sendo seres físico-espirituais, homem e mulher, naturalmente, sem qualquer intervenção de Deus, geram seres que são tanto físicos como espirituais.

As teses sobre a constituição humana:

Dicotomia significa que o homem tem duas partes constituintes: corpo e alma (ou espírito, sendo as duas sinônimas).

Tricotomia significa ver corpo, alma e espírito como elementos diferentes.

O homem como um ser relacional:

O homem em relação a Deus
O homem em relação com o homem
O homem em relação com a natureza
O homem em relação consigo mesmo

5 Comentários:

lord30 disse...

uma pergunta na apostila existe varios significado para a palavra pecado na prova vc vai perguntar sobre alguma delas?

lord30 disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
lord30 disse...

duvida grande: na apostila diz que harmatia significa "dirigido contra Deus" ja na explicação de stott na mesma apostila diz que é fracasso em alcançar o objetivo....tem tbm adikia que diz que é iniquidade, mas ´avon tbm diz que é iniquidade se cair na prova qual vai estar certo?

PR. CLEBER BARROS disse...

Vamos por parte, hamaria tem o sentido original de 'errar o alvo' como a palavra hebraica equivalente. Qualquer uma das definições apresentadas na apostila será aceita como resposta certa se assim for questionado na prova.

marcos disse...

"QUAL É ENTÃO A SEPARAÇÃO ENTRE O HOMEM E OS BRUTOS? A LINHA DIVISÓRIA QUE ELES NÃO PODEM ATRAVESSAR? NÃO É A RAZÃO...A DIFERENÇA É´ESTA: O HOMEM É CAPAZ DE TER CONTATO COM DEUS, AS CRIATURAS INFERIORES NÃO SÃO. NÃO TEMOS NENHUMA BASE PARA CRER QUE ELES SEJAM CAPAZES DE TER QUALQUER GRAU DE CONHECIMENTO, DE AMOR OU DE OBEDIÊNCIA A DEUS. ESTA É A DIFERENÇA ESPECIFICA ENTRE O HOMEM E OS BRUTOS, O GRANDE GOLFO QUE ELES NÃO PODEM ATRAVESSAR."
(Palavras de: João Wesley)
Dc.Marcos Vinicius
Graça e Paz.

Postar um comentário

ISET © 2008. Template by Dicas Blogger.

TOPO