Segui por Email

terça-feira, 17 de março de 2009

Resumo Soteriologia

RESUMO SOTERIOLOGIA

O lugar da cruz - O símbolo mais conhecido do cristianismo é a cruz. Ela é central à nossa fé. É difícil falar ou pensar em cristianismo ou em alguma coisa cristã sem associar com a cruz.

Qual foi, exatamente, a obra de Cristo?

1º) Regeneração e Adoção – regenerar significa gerar de novo. O novo homem, em Cristo, torna-se herdeiro de Deus e membro de Sua família.
2º) Santificação – a salvação é um processo que se inicia na conversão e termina na ressurreição de nossos corpos, na dia da vinda do Senhor Jesus Cristo. Assim, a “santificação”, como parte da salvação, está relacionada à separação da propriedade exclusiva de Deus (que somos nós) para uma vida que O glorifique.
3º) Substituição - Cristo morreu no lugar dos pecadores.
4˚) Redenção - A idéia de redenção é "o ato de pagar resgate para se comprar algo".
5˚) Propiciação - Expliquemos o que significa o termo: A palavra "propiciação" está bem próxima da palavra "expiação". A diferença do sentido das duas pode ser sumarizada da seguinte maneira: a pessoa que está irada ou ofendida é propiciada, isto é, aplacada.
6º) Justificação - O termo é forense, de tribunal, e seu sentido é o ato de declarar alguém justo.
7º) Reconciliação - O termo significa transformar alguém de inimigo em amigo.
8º) Vitória - É mais que oportuno lembrar, ainda, que a obra de Cristo por nós inclui a vitória. "Vitória sobre o quê?", perguntará alguém. Responderemos, primeiro, com Cl 2.15: "E, tendo despojado os principados e potestades, os exibiu publicamente e deles triunfou na mesma cruz".

Uma síntese: O que Cristo fez por nós? - Resumindo o que foi dito, podemos dizer que ele se tornou o nosso substituto, que ele nos redimiu do poder do pecado e das trevas, que ele satisfez a indignação de Deus contra nossos pecados, que ele nos declarou inocentes diante de Deus e que ele nos transformou de inimigos em amigos. Ele nos concedeu a vida eterna, o triunfo sobre a morte. E, ainda, no dizer de Paulo, nos comissionou como arautos de sua mensagem de reconciliação.

O Arrependimento - um passo necessário - A apropriação da salvação começa pelo arrependimento.

A Fé - outro passo necessário - A pregação de João Batista, bem como a de Jesus Cristo insistiam neste ponto: "Arrependei-vos e crede". Crer é o passo seguinte ou, muitas vezes, é um passo paralelo ao arrependimento.

Os elementos da fé - A fé apresenta um conjunto de elementos que se unem e fornecem, no todo, uma visão completa da resposta humana aos atos de Deus. Pelo menos três elementos podemos destacar: o intelectual, o emotivo e o volitivo.

4 Comentários:

npaf disse...

A PAZ PR.CLEBER,GOSTARIA DE SABER SE A POSSIBILIDADE DE O Sr FAZER UM RESUMO DA PROVA DE SABADO.

GRATO
NELSON

Drica disse...

Vou tentar Nelson, mas não posso garantir pois estou muito aterefado. A de quarta-feira só foi possível devido estar digitalizado, o que não ocorre com as disciplinas de sabado.

marcos disse...

Como diz o Pr.Aiden Wilson Tozer sobre a cruz:
"A CRUZ SE DESTACA EM FRANCA OPOSIÇÃO AO HOMEM NATURAL. SUA FILOSOFÍA SE OPÕE AOS PROCESSOS DA MENTE NÃO-REGENERADA. FOI COM ESSA IDÉIA EM FOCO QUE PAULO AFIRMOU COM TODA FRANQUEZA QUE A CRUZ É LOUCURA PARA OS QUE PERECEM. A TENTATIVA DE ENCONTRAR UM PONTO COMUM ENTRE A MENSAGEM DA CRUZ E O RACIOCÍNIO DO HOMEM DECAÍDO É TENTAR O IMPOSSIVEL, E SE PERSÍSTIMOS O RESULTADO SERÁ UMA LÓGICA PREJUDICADA, UMA CRUZ SEM SIGNIFICADO E UM CRISTIANISMO DESPIDO DE PODER."

marcos disse...

"O QUE É CONVERSÃO"
O termo"CONVERSÃO", literalmente, significa"VIRAR-SE PARA DIREÇÃO OPOSTA". De acordo co a Bíblia, é o ato pelo qual o pecador se volta do pecado para Jesus Cristo, tanto para obter perdão dos pecados como para libertar-se deles.Isso inclui livramento da pena do pecado. Embora nítidamente ligada ao arrependimento, a conversão difere dele, uma vez que o arrependimento enfatiza o aspécto negativo do abandono ou saida do pecado, enquanto que a conversãoenfatiza o aspécto positivo para Cristo(1Tessalonicenses.1.9).
O arrependimento nos retira de todos os amores ou inclinações pecaminosas, enquanto que a conversão nos faz voltar para o Esposo. O arrependimento produz tristeza pelo pecado, já a conversão produz alegria por causa do perdão e livramento da pena do pecado. O arrependimento nos leva a cruz; a conversão fala do abandono da vida de pecado para abraçar a vida real e verdadeira oferecida por Deus através de Jesus Cristo(Atos.14.15;26.18;Ezequiel18.30).
A verdadeira conversão envolve dois atos da parte do pecador:
1ª)Dar as costas ao "eu" e ao pecado;
2ª)Crer em Deus, voltando-se para ELE e abraçando a vida eterna(Atos.26.30;Mateus.7.14;1Tessalonicenses.1.8,9).
Se a pessoa não se chega a Deus, buscando-o,a conversão é incompleta.O simples fato de rejeitar o pecado, resulta somente numa reforma humana provisória e não em transformação divina e plena.
(fonte; Doutrinas Bíblicas-Pr.Raimundo de Oliveira)
Graça e Paz.
Dc.Marcos Vinicius

Postar um comentário

ISET © 2008. Template by Dicas Blogger.

TOPO